Para reforçar combate à captação indevida e publicidade irregular no Estado, OAB-GO recebe doação de veículo

Corregedor-geral destaca pioneirismo do TRT de Goiás na conciliação durante reunião com diretores dos Cejuscs
15/09/2020
OAB-GO entrega carteira profissional a 42 novos advogados e advogadas
15/09/2020
Exibir tudo

Para reforçar combate à captação indevida e publicidade irregular no Estado, OAB-GO recebe doação de veículo

15/09/2020 15:00

Para reforçar combate à captação indevida e publicidade irregular no Estado, OAB-GO recebe doação de veículo

O combate ao exercício ilegal da profissão, à publicidade irregular e à captação indevida em Goiás ganhou mais um reforço nesta terça-feira (15 de setembro). A Seccional Goiana da OAB recebeu da Coordenação Nacional de Fiscalização da Atividade Profissional da Advocacia, presidida pelo advogado Ary Raghiant Neto (MS), a doação de um veículo da marca Chevrolet, modelo Onix.

O presidente da Comissão de Combate ao Exercício Ilegal e à Captação Indevida da OAB-GO, Luciano Cardoso, diz que o veículo será destinado às demandas de fiscalização do exercício profissional e defesa das prerrogativas, bem como suporte às atividades em conformidade com a agenda institucional.

“Agradecemos imensamente toda diretoria do Conselho Federal pelo apoio dado a Seccional de Goiás, para que essa possa cumprir com sua missão de valorizar a advocacia e defender a sociedade”, comenta Luciano Cardoso.

A vice-presidente da comissão e conselheira Seccional, Marly Marçal, por sua vez, diz que o recebimento deste automóvel garante a possibilidade de gerar, não só comodidade, mas também mais economia e celeridade para os profissionais que estão à frente das Comissões, representando os anseios da advocacia goiana.

Dados

A Comissão de Combate ao Exercício Ilegal e a Captação Indevida de Clientes nasceu em 2017. Em 2018 autuou 206 processos. Em 2019, foram 249, sendo 69% de publicidade irregular e 31% de captação indevida.

Em 2020, até agosto foram 162 autuações, sendo 61% de publicidade irregular e 39% de captação indevida.

“Temos desde o final do ano de 2018 um Fiscal contratado pela OAB que atua em conjunto com os membros fiscalizando, autuando e orientando os advogados sobre as práticas não permitidas pelo Código de Ética da OAB”, explica o presidente da comissão.

Fonte OAB/GO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *