Verde na fachada do tribunal homenageia profissionais de saúde

Justiça do Trabalho em Goiás destina R$ 600 mil para o combate à COVID-19 em Rio Verde (GO)
27/03/2020
Programação da Rádio Justiça para segunda-feira (30)
27/03/2020
Exibir tudo

Verde na fachada do tribunal homenageia profissionais de saúde

​Com a fachada iluminada de verde – cor dos uniformes usados nos hospitais –, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) homenageia médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde empenhados no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Enquanto a maioria da população busca refúgio em casa, esses profissionais estão na linha de frente para ajudar pessoas, atender doentes e salvar vidas.

A iluminação verde projetada na sede do STJ será mantida até o fim de abril. O presidente do tribunal, ministro João Otávio de Noronha, afirmou que este é o momento de todos cuidarem de todos e insistiu na necessidade de que as pessoas tomem as precauções indicadas pelas instituições médicas.

"A Covid-19 é uma ameaça real e extremamente perigosa. Vivemos uma situação muito delicada, e todos precisamos colaborar", declarou Noronha. O presidente destacou o trabalho e a competência dos profissionais da Secretaria de Serviços Integrados de Saúde do STJ, os quais "prontamente orientaram servidores e colaboradores sobre as medidas preventivas".

Reconhecimento

As homenagens aos profissionais de saúde começaram na semana passada, pelas redes sociais, com a hashtag #AplausosNaJanela. No último dia 20, por volta das 20h30, gritos de apoio e agradecimento juntaram-se aos aplausos em diversas cidades brasileiras.

Além do STJ, outras instituições adotaram a iluminação verde na fachada, como o Congresso Nacional, o Palácio do Buriti – sede do governo do Distrito Federal – e o Tempo da Boa Vontade. A cor simboliza também a campanha de prevenção de doenças e acidentes de trabalho.

Justiça com saúde

No esforço para conter a pandemia de Covid-19, o tribunal cancelou temporariamente as sessões presenciais e ampliou os julgamentos virtuais, além de determinar o trabalho remoto para a maioria de seus servidores e colaboradores terceirizados.

"Para vencermos com rapidez a disseminação do coronavírus, cada um deve fazer sua parte, permanecendo em casa e cuidando de sua saúde", afirmou o ministro Noronha.

Na última segunda-feira (23), o STJ publicou a Resolução STJ/GP 6, que estende até 30 de abril a suspensão dos prazos processuais e o cancelamento das sessões presenciais de julgamento – medidas estabelecidas inicialmente na Resolução STJ/GP 5, de 18 de março.

Além disso, a corte aprovou, na terça-feira (24), uma emenda regimental que permite o julgamento virtual dos chamados recursos internos (agravos e embargos de declaração) nos processos de natureza criminal. Durante a reunião do Pleno – a primeira realizada por videoconferência –, o presidente do STJ agradeceu o empenho dos ministros e servidores e o apoio da área técnica do tribunal para a continuidade dos trabalhos em meio aos esforços de contenção da pandemia.

Fonte STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *