Professor Bryant Garth participa no Rio de debate sobre realidade dos juízes brasileiros

Diálogo Brasil-Austrália: Prevenção à violência doméstica
17/05/2019
Correição em Valparaíso destaca curta duração dos processos
17/05/2019
Exibir tudo

Professor Bryant Garth participa no Rio de debate sobre realidade dos juízes brasileiros

Atualizada em 17/05/2019 às 15h26

Com a presença do professor norte-americano Bryant Garth, vice-reitor da Universidade da Califórnia, a Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) promove em 17 de junho, das 10h às 17h, o seminário A magistratura que queremos. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas no site oficial da Emerj.

Apoiado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), o evento debaterá os resultados da pesquisa Quem somos. A magistratura que queremos, realizada por Luiz Werneck Viana, Maria Alice Rezende e Marcelo Baumann Burgos e apresentada em fevereiro último. A pesquisa traça o perfil da magistratura nacional e traz o primeiro grande estudo sobre a categoria.

Coautor do livro Acesso à Justiça, em parceria com o jurista italiano Mauro Capelletti – com quem também trabalhou na coordenação do Projeto Florença –, Bryant Garth fará uma palestra no seminário e deverá abordar a pesquisa sobre a magistratura brasileira.

Entre outras informações, a pesquisa revelou uma redução do ingresso de mulheres e jovens e também a pequena presença de negros na carreira de juiz. Mostrou ainda um alto nível de estresse entre juízes (com suicídios, inclusive).

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) mantém um hotsite com os resultados completos da pesquisa, que foi coordenada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão e pela presidente da Amaerj e vice institucional da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil.

O ministro Salomão coordenará o seminário no Rio com o diretor-geral da Emerj, desembargador André Gustavo Correa de Andrade, e o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) Agostinho Teixeira de Almeida Filho. O ministro também atua na coordenação científica, ao lado de Renata Gil e dos juízes Durval Augusto, Marcia Correia e Michelini de Oliveira.

Serão concedidas horas de estágio pela OAB-RJ para estudantes de direito que participarem do evento. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 3133-3369. A programação será divulgada na íntegra, em breve, pela Emerj.

O seminário será realizado no Auditório Antonio Carlos Amorim, localizado na Rua Dom Manuel, s/n, Lâmina I, 4º andar, Centro, Rio de Janeiro.

Fonte STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *